Correntina: Três que atacaram agências estavam em prisão domiciliar, diz SSP-BA

Três homens acusados de atuarem nos ataques a bancos em Correntina (ver aqui e aqui), no Extremo Oeste, estavam em prisão domiciliar. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), os três morreram em confronto com a polícia. A informação foi divulgada neste domingo. Além do trio, outros quatro integrantes da quadrilha foram localizados, nesta semana na região de Maracás, no Vale do Jiquiriçá durante a operação “Aerárium”, que envolveu as polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal.

Ainda segundo a SSP-BA, entre os três que estavam em prisão domiciliar, um deles saiu do sistema prisional no dia 12 de abril passado. O grupo também é suspeito de outros ataques contra bancos, no interior da Bahia, no mês de abril passado. Durante a operação, acrescenta a secretaria, foram recuperados R$ 315 mil, fuzil, espingarda, pistola, veículos, farta munição, entre outros materiais.

Dos sete suspeitos identificados, dois acabaram capturados e os outros cinco morreram após resistirem à prisão e se envolverem em confronto com os policiais.

Propagandahttps://uploaddeimagens.com.br/images/003/150/661/original/4_Segundo.gif?1616686660

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui