Prefeito de São Paulo morre em decorrência de câncer, aos 41 anos

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morreu às 8h, neste domingo (16), aos 41 anos. O tucano lutava contra um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado desde 2019.

Covas estava internado estava internado no Hospital Sírio-Libanês, no Centro da capital paulista, desde 2 de maio, quando se licenciou da prefeitura.

“O prefeito de São Paulo Bruno Covas faleceu hoje às 08:20 em decorrência de um câncer da transição esôfago gástrica, com metástase ao diagnóstico, e suas complicações após longo período de tratamento. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês desde o dia 2 de maio, sob os cuidados das equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. David Uip, Dr. Artur Katz, Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer, Prof. Dr. Raul Cutait e Prof. Dr. Roberto Kalil”, diz a nota divulgada pela Prefeitura de São Paulo.

Nas últimas horas de vida, o prefeito recebeu sedativos e analgésicos para evitar sentir dores. Familiares e amigos permaneceram no hospital desde a divulgação da informação que seu quadro era irreversível.

Na noite de sexta (14), Covas recebeu em seu leito um padre que realizou o sacramento da unção dos enfermos. Na noite de sábado (15), representantes de diversas religiões realizaram um ato ecumênico na porta do hospital por 30 minutos.

Propagandahttps://uploaddeimagens.com.br/images/003/150/661/original/4_Segundo.gif?1616686660

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui