Tierry pede parceria com Pabllo Vittar, mas fãs acusam artista de transfobia em música

Foto: Twitter/ Ernna Cost

Depois de Marília Mendonça, Gusttavo Lima, Kevinho e Luan Santana, o cantor Tierry quer emplacar uma nova parceria na carreira, desta vez com Pabllo Vittar.

Em seu perfil no Twitter, o cantor intimou a drag queen para um dueto e chamou a atenção dos fãs da artista. “E aí Pabllo Vittar bora fazer essa colaboração?”.

O que o baiano não contava era com uma torcida contra a parceria acontecer. Alguns seguidores da artista resgataram um vídeo de Tierry cantando uma música, que foi considerado pelos fãs de cunho transfóbico. Na gravação ainda é possível ouvir a voz do influenciador Carlinhos Maia afirmando que a música não é ofensiva e sim uma homenagem linda as travestis e transexuais, pois Tierry conta uma história de amor.

Nos comentários, os fãs pediram para Pabllo ficar atenta e pediram também para Tierry mudar a música, se quiser mesmo ter uma chance com a drag. “Não pode compartilhar de transfobia, mano. Curto muito suas músicas, mas teve uma aí que cê mandou mal. Já deu a corrigida? Chama as manas trans também pra dar a letra”, aconselhou um internauta.

Após  a repercussão, Tierry se explicou no Twitter e disse que se a canção ofendeu a comunidade LGBTQIA+ ele não se vê no direito de lançar. O artista voltou a reforçar a sua proposta com a canção, que segundo ele era contar uma história de amor e não ser preconceituoso.

“Se ofendeu uma pessoa eu não me vejo no direito de lançar! Peço perdão se ofendi alguém! Mas quis falar de um relacionamento que venceu o preconceito, essa foi a minha intenção! O final dizia “Bom que agora você é o que nasceu pra ser.  Vejam que no vídeo eu me preocupo em perguntar se há algo que ofenda alguém e a partir do momento que uma pessoa se ofende eu não me vejo no direito de lançar!”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui