Partidos vão ao STF contra mudanças na divulgação de dados do coronavírus no Distrito Federal

Manaus 15 04 2020 O Amazonas contabiliza mais de 1,4 mil casos confirmados de Covid-19 e 90 mortes no período de 1 mês. A pandemia foi registrada pela primeira vez no estado, em 13 de março Enterro de dona Esther Melo da Silva no cemitério Parque Tarumã, em Manaus( Foto: Amazônia Real)
Propaganda
Foto: Amazônia Real/Fotos Públicas

Os partidos Rede Sustentabilidade, Psol e PCdoB foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar impedir a concretização de mudanças anunciadas pelo governo do Distrito Federal na divulgação dos dados de mortes por Covid-19 na região. As informações são do portal UOL.

O pedido foi apresentado ao ministro Alexandre de Moraes, que em junho impediu o governo Federal de realizar alterações semelhantes na metodologia de divulgação das estatísticas.

Propaganda

Na última quarta-feira (19), o governo do DF anunciou que passaria a divulgar apenas os números de mortes ocorridas dentro das últimas 24 horas. Muitas vezes, existe uma demora na confirmação da causa das mortes de pacientes com a doença, fazendo com que os dados sobre as mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas contabilize também as confirmações de óbitos ocorridos nos últimos dias.

As legendas pedem que o Distrito Federal seja obrigado a manter a metodologia antiga na divulgação das estatísticas.

Atualmente, o DF tem mais de 128 mil casos confirmados da doença e 2.052 óbitos. Esses números colocam o DF como segunda unidade da federação com mais casos por 100 mil habitantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui