É um contorcionismo para inibir a oposição, diz Rogério Marinho

Propaganda

Nesta quinta-feira (8), o líder da oposição no Senado, Rogério Marinho (PL-RN), afirmou que as recentes operações realizadas pela Polícia Federal (PF) são um “contorcionismo para inibir a oposição”. O assunto foi abordado durante uma coletiva de imprensa.

Marinho comentou a ação desta quinta que mirou em aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). A operação teve por objetivo apurar uma suposta tentativa de golpe de estado. De acordo com senador, “o que era excepcional está sendo banalizado”.

Propaganda

– O princípio do juízo natural, da imparcialidade, da impessoalidade, o devido processo legal está sendo deixado de lado em nome da defesa da democracia, e isso fragiliza a democracia brasileira – criticou em referência ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O líder da oposição também disse que o processo não é imparcial.

– Não é possível nós assistirmos uma investigação em que claramente aquele que é a pretensa vítima dessa ação é quem conduz o inquérito. Não é possível imaginarmos que há imparcialidade neste processo – apontou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui