Rui Costa diz que alertou a Justiça Eleitoral sobre ‘carnaval’ em convenções

A Justiça Eleitoral foi alertada pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), sobre as convenções partidárias que estavam sendo realizadas sem seguir os protocolos de saúde definidos para conter o avanço do novo coronavírus, que provoca a Covid-19.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta quarta-feira (16), o governador informou que o alerta resultou em uma reunião convocada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), que deve reunir a União dos Municípios da Bahia (UPB) e o Ministério Público.

O encontro foi agendado para quinta-feira (17), quando serão debatidos os protocolos que deverão ser seguidos, bem como as condições em que as campanhas políticas, autorizadas a partir do dia 26, deverão ser realizadas.

“Nós temos 417 cidades. Graças a Deus, noventa e tantos por cento agiram conforme as medidas de proteção, mas tiveram algumas em que as pessoas desobedeceram e virou um verdadeiro carnaval as convenções, muita gente sem máscaras. Nós chamamos a atenção da Justiça Eleitoral, e o presidente do TRE chamou para conversar com a União dos Prefeitos, com o Ministério Público, sobre uma uniformização, uma regulamentação para padronizar sob o ponto de vida da saúde”, afirmou.

Apesar da desaceleração dos casos de pessoas infectadas pelo coronavírus no estado, o governador pede que a população não se descuide. “Os cuidados precisam ser mantidos. Não é possível baixar a guarda porque os números estão caindo. Se baixar a guarda, a doença vai voltar”, disse Rui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui