Em ano pandêmico, hotéis de Salvador deixaram de faturar R$ 673 mi, estima ABIH

Em 2020, os hotéis de Salvador tiveram uma redução de 56% do faturamento em relação ao anterior, 2019. A redução equivale a uma perda de cerca R$ 673 milhões, correspondente aos sete meses do ano com baixo faturamento, os quais se concentram no período de força da pandemia do novo coronavírus. Enquanto a previsão inicial de ocupação para o ano era de 66,4%, o efetivado foi somente 37,4%. Em relação ao número de turistas, a redução é de 44%.

Os dados avaliativos são do balanço de desempenho realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH-BA) e divulgado nesta sexta-feira (8). O cenário de queda, impulsionado pelas limitações criada pela pandemia, é comprovado também pelos números da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Segundo o [órgão regulador, de janeiro a novembro de 2020 o número de passageiros no aeroporto de Salvador caiu 52,1%, se comparado ao mesmo período do ano anterior, passando de 7,3 milhões (2019) para 3,1 milhões (2020). A diferença é superior a 4 milhões de pessoas.

“O setor hoteleiro baiano chegou a interromper praticamente todas as atividades com a chegada da Covid-19. Em Salvador as reservas dos hotéis foram reduzidas a praticamente zero, além do cancelamento total de eventos. Vivemos um verdadeiro colapso, impactando milhares de famílias”, destaca Luciano Lopes, presidente da entidade.

Para 2021, segundo a ABIH-BA, a expectativa é de uma retomada gradual do turismo, mas depende muito das incertezas da pandemia e da disponibilização das vacinas, com cronograma ainda difícil de ser dimensionado, dada a extensão do desafio. “Essa gradual retomada constitui um alívio por permitir recontratações e visualizar a volta da normalidade em período não muito distante. Embora ainda vivemos tempos difíceis há o sentimento de que o período mais difícil foi superado. Seguimos na luta constante para a recuperação do setor, manutenção dos empregos e sustentabilidade dos negócios”, finaliza Luciano Lopes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui