Diretor da OMS diz que ‘confusão e negligência’ agravam pandemia: ‘Longe de terminar’

Foto: Reprodução/Youtube

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, atribuiu o crescimento da pandemia do novo coronavírus à confusão e negligência de governos no combate à doença. De acordo com ele nesta segunda-feira (12) em coletiva de imprensa, é preciso manter as medidas sanitárias contra a Covid-19.

“Nós também queremos ver sociedades e economias reabrindo, e viagens e comércio recomeçando. Mas, neste momento, unidades de tratamento intensivo de muitos países estão sobrecarregadas e pessoas estão morrendo, e isto é totalmente evitável”, afirmou.

“A pandemia de Covid-19 está muito longe de terminar. Mas temos muitos motivos para otimismo. O declínio de casos e mortes durante os dois primeiros meses do ano mostra que este vírus e suas variantes podem ser detidos”, completou.

Conforme Tedros Adhanom, a transmissão do vírus é impulsionada pela “confusão, negligência e inconstância nas medidas de saúde pública”. No entanto, ela pode ser controlada em alguns meses em todo o mundo, se os governos e as população colaborarem na adoção e manutenção de medidas eficazes contra a pandemia.

Propagandahttps://uploaddeimagens.com.br/images/003/150/661/original/4_Segundo.gif?1616686660

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui