Baixista do Simple Plan é afastado da banda após acusação de assédio

Propaganda

A primeira denúncia foi feita no perfil do Instagram Victims Voices Montreal. A moça conta que era menor de idade quando conheceu David, mas só foi se relacionar sexualmente com ele após se tornar maior de idade.

“Ele começou a fazer piadas comigo quando eu era menor de idade. Aí, eu me tornei maior de idade e ele começou a me perseguir para me beijar. Eu nunca tinha dormido com um homem na minha vida. Tivemos sexo consensual, mas ele começou a convidar os amigos dele para participar do que ele chamava de ‘viagens de bunda’, das quais eu não queria participar”.

Propaganda

A jovem conta que teve medo de denunciar e ainda foi ameaçada por ele caso fosse à polícia. “Ele escolhe sua vítima entre as fãs de sua banda, pois elas são silenciosas e acreditam que a maneira como ele as trata é normal. Ele ameaça: ameaça impedir uma fã de ir a um show ou a tira da sala, caso ela tenha feito algo que ele não gosta. Eu sei que existem dezenas de garotas que ele tratou assim, que têm medo de falar porque ele está em uma banda grande. Mas isso não impede que seu comportamento seja grosseiro e ele deve ser responsabilizado por isso”.

No Brasil, um exposed similar afastou o baterista Japinha da banda CPM 22. Nas redes sociais, David se desculpou pelo comportamento abusivo e afirmou que iria procurar ajuda profissional.

“Recentes declarações públicas me levaram a reconhecer que algumas das interações que tive com algumas mulheres lhes causaram danos. Então, decidi me retirar da banda e procurar ajuda profissional para me educar e agir adequadamente daqui pra frente. Lamento verdadeiramente pelo mal que causei a essas mulheres”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui